Notícias

Mais de seis mil pessoas permanecem desalojadas após enchente no RS

Foto: Prefeitura Taquari/Divulgação

Após níveis elevados de chuva causarem enchentes na região norte do Rio Grande do Sul, muitas pessoas permanecem longe de suas casas. Cerca de trinta cidades foram afetadas e 6.453 pessoas estão fora de casa, destas 1.365 estão desabrigadas e foram realocadas pelo poder público. Outras 5.086 ficaram desalojadas e permanecem em casas de amigos ou familiares. As informações são da Defesa Civil do RS divulgada neste domingo (12).

Os níveis dos rios seguem subindo e gerando preocupação a população. Em São Leopoldo, o nível do Rio dos Sinos chegou a 5,10 metros, 2,10 metros acima do normal. A orientação da Defesa Civil do município aos cidadãos da comunidade próximas ao rio a desocupem as casas.

Em São Sebastião do Caí, na Região Metropolitana, o nível do Rio Caí atingiu 9,56 metros. Também há um alerta da Defesa Civil para possível enchentes nas próximas horas. Assim como Lajeado, no Vale do Taquari, permanece em em alerta.

Na semana passada, as águas causaram estragos e destruição em diversos locais do Estado. Duas pessoas morreram em decorrência das enchentes:

No Vale do Taquari, área muito atingida, em Colinas, Nestor Mazzarolo, de 73 anos foi localizado na terça-feira (7) dentro do carro. O homem tentava chegar no interior do município pela ERS-129, quando foi atingido pela enchente no dia (5).

Na Serra, em Caxias do Sul, Geisson Maximo Vitz, de 34 anos, foi encontrado na terça-feira (7) após um deslizamento de terras, provocado pela chuva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: