Notícias

Mesmo com restrições, uso do transporte público segue sendo indispensável na pandemia

Foto: Tânia Rêgo/EBC

O transporte público segue sendo a forma mais comum de locomoção para população brasileira. Nos últimos meses, devido a pandemia houve uma redução na circulação de pessoas nas ruas o que levou a redução de horários dos coletivos.

Os ônibus reúnem diversos indivíduos diariamente dentro de um mesmo espaço o que requer cuidados redobrados para manter o veículo sempre higienizado. A atual preocupação é a partir do momento que houver a flexibilização do isolamento em grandes metrópoles e a exposição dos usuários a Covid-19.

Assim como as grande empresas que comandam as licitações de locomoção que dependem dos indivíduos para se manter em meio a crise. A pergunta é, se os usuários de transporte público irão evitar circular de ônibus neste período para se protegerem do vírus.

A resposta está na pesquisa realizada pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) em parceria com a Moovit que mostra que o transporte público segue indispensável mesmo na pandemia. Conforme o levantamento a ida ao trabalho foi a principal causa apontada por quem utilizou ônibus, metrôs e trens durante a quarentena na América Latina.

Confira parte da pesquisa:

Mesmo com as dificuldades e orientações contra deslocamentos durante a pandemia da COVID-19, latino americanos de grandes cidades dependem do transporte público, o que traz desafios econômicos e de saúde pública para a região.

O estudo considerou respostas de 33 mil usuários do aplicativo em nove grandes cidades da região, incluindo São Paulo e Rio de Janeiro. A pesquisa foi realizada na última semana de abril. Além das cidades brasileiras, participaram usuários de Bogotá, Buenos Aires, Cidade do México, Guadalajara, Guayaquil, Montevidéu e Santiago.

“A pesquisa mostra que mesmo durante uma crise, o transporte público é fundamental para quem precisa se locomover por grandes cidades da região. Esta dependência não mudará tão cedo, mas a oferta de passageiros e as novas regras de distanciamento social exigirão que governos e operadores se adaptem rápido e intensifiquem a utilização de tecnologias para melhorar a experiência do passageiro”, afirma Pedro Palhares, gerente geral do Moovit no Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: